Somatotropina Recombinante Bovina (rbst), Uma biotécnica aplicada para melhorar o desempenho de fêmeas bovinas e bubalinas leiteiras

  • Waldjânio de Oliveira Melo
  • Bruno Moura Monteiro
  • Damazio Campos de Souza
  • José Dantas Ribeiro Filho
  • Cristian Faturi
  • Rinaldo Batista Viana

Resumo

Objetivou-se com o presente trabalho, buscar maior entendimento sobre o desempenho produtivo e constituintes bioquímicos de búfalas leiteiras em resposta a aplicação de somatotropina recombinante bovina (rbST). Apesar do uso da somatotropina possuir efeitos positivos na produção de leite bovino, ainda há poucas pesquisas que relacionam o efeito desse hormônio em bubalinos. Em relação a esses estudos, ainda existem resultados discrepantes na literatura, sendo que alguns trabalhos não demonstram influência do rbST no desempenho produtivo e constituintes bioquímicos de búfalas leiteiras enquanto outros concluem que ele contribui para o incremento da produção de leite e alteração nos constituintes lácteos e metabolismo energético, proteico e mineral desses animais. Fatores intrínsecos do animal como espécie, estádio de lactação e status nutricional além da dose e frequência de aplicação podem interferir nas respostas produtivas em função da administração da somatotropina.

Publicado
Abr 20, 2021
Como Citar
MELO, Waldjânio de Oliveira et al. Somatotropina Recombinante Bovina (rbst), Uma biotécnica aplicada para melhorar o desempenho de fêmeas bovinas e bubalinas leiteiras. Livestock and Small Animals Medicine Journal, [S.l.], v. 9, p. 8-24, abr. 2021. ISSN 2594-9446. Disponível em: <https://lives.ufra.edu.br/index.php?journal=lives&page=article&op=view&path%5B%5D=56>. Acesso em: 17 jun. 2021.